Loomio
Thu 10 Oct 2019

Questionário "Porque não votaste?"

FF
Francisco Frutuoso Public Seen by 268

Ora, vou começar o tópico para se tratar disto enquanto ainda é relevante.

Como falado na reunião, pode ser feita uma campanha para perceber as razões de alguém não ter votado, genuinamente e sem julgamentos.
A ideia surgiu parcialmente após ter lido este post no Reddit e ter verificado que as pessoas facilmente ostracizam que não foi votar.
Falou-se de existir uma campanha nas redes sociais que direccionassem as pessoas a preencher um breve formulário que explicasse o porquê de não se ter ido votar.
Qual o fim disto? Tentar perceber de que forma o Política para Todos pode actuar de forma a mitigar algumas das causas que as pessoas tenham para não ir votar.
Possíveis problemas: o nosso público é por natureza associado a pessoas politicamente activas e que habitualmente votam. Como podemos chegar a quem não vota é uma boa questão. Suponho que parte dos posts nas redes podem ser dedicados a incentivar a partilha para chegar a pessoas que normalmente não votam.

Coisas que serão necessárias para isto acontecer:
- Posts para redes:
Um texto do género: "Não foste votar? Por protesto? Não te apeteceu? Queremos saber o porquê, sem julgamentos."
Este texto tem de ser trabalhado por quem tem mais talento para escrever do que eu, obviamente.
- Questionário:
Falou-se de embeber um Typeform no site.
Que perguntas terá o questionário? Na minha opinião basta ter um dropdown de escolha de faixa etária, e uma caixa de texto que permitisse escrever o que as pessoas quiserem.
- Página no site com questionário : Página onde embeber o questionário. Basta ter o header e o footer do PPT, acho.

RH

Renata Henriques Mon 13 Apr

Tinha-me esquecido de voltar a colocar o relatório após alterações. Aqui fica a versão final, onde alterámos o texto para incluir a possibilidade de ter havido influência pelas opções disponíveis e sua ordem.
@Nuno Carneiro

(o upload nao esta a funcionar, vou deixar no Discord)

RH

Renata Henriques Wed 4 Mar

já agora: gostarias de nos ajudar na parte de divulgação do relatório? ideias para posts e assim?
vamos tentar ter isto on-line no fim-de-semana - será para divulgar a partir daí

RH

Renata Henriques Wed 4 Mar

@Paulo Fonseca
versão-proposta:

Uma análise por círculo eleitoral permite perceber que as respostas se distribuem por todos os círculos eleitorais. O número de respostas por círculo eleitoral é relativamente proporcional ao número de eleitores em cada círculo, à exceção do círculo Açores de onde chegaram consideravelmente mais respostas por eleitor que nos restantes (Figura 2). No entanto, colocamos a hipótese de que, em alguns caos, a opção “Açores” possa ter sido escolhida por ser a primeira disponível no questionário.

LS

Luís Silva Wed 4 Mar

Não fazia ideia, mas bom ponto! Devíamos adicionar uma nota a alertar dessa possibilidade

PF

Paulo Fonseca Wed 4 Mar

@Renata Henriques na página 6 falas de um número grande de pessoas a responderem ao questionário que pertencem ao circulo eleitoral dos Açores. Isso na verdade foi um erro do desenho do questionário porque a opção dos Açores, era a primeira opção das escolhas disponíveis e então o pessoal deve ter escolhido Açores porque não queria dizer qual o circulo a que pertencia. Por causa disso, mais ou menos a meio do período em que o questionário esteve disponível para o pessoal responder, eu alterei o questionário para ter como primeira opção nas perguntas do circulo eleitoral e da idade, uma opção de "Prefiro não dizer" e essa passou a ser a primeira opção de cada uma dessas perguntas e acho que isso fez com que as respostas a dizer Açores diminuíssem a partir daí.

RH

Renata Henriques Wed 4 Mar

aqui vai o ficheiro final (cc: @Nuno Carneiro)

NC

Nuno Carneiro Mon 10 Feb

Olá equipa, temos estado a trabalhar no relatório de resultados do questionário e a coordenar no Discord.

Aqui está a versão quase final: https://docs.google.com/document/d/1XarV7S0f7-LyFulEBD59gbfuBgbupB2ifEQVqLRVW6M/edit?usp=sharing

Vai ser criada uma versão em PDF com melhor formatação. Depois avisamos quando tivermos a versão final para ser partilhada.

Como autores do relatório temos: Joana Flores, Renata Henriques, Nuno Carneiro

Mais alguém para aparecer como autor do relatório?

NC

Nuno Carneiro Sun 8 Dec 2019

Olá! Ainda não houve nenhum desenvolvimento na análise resultados pois não?

Sugiro seguir a conversa mais operacional no novo canal do Discord para este tópico: https://discord.gg/QYWVbA5 (Canal #inquerito_porquenaovotaste)

JF

Joana Flores Mon 2 Dec 2019

Boa noite

há situações de pessoal que na parte da idade/região em vez de responder que não quer dizer, colocou em branco. Estava a pensar agregar essas pessoas às categorias do prefiro não dizer. Que dizem?

NC

Nuno Carneiro Mon 2 Dec 2019

Olá!

Há umas semanas fiz uma entrevista para o jornal Prisma da Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

Quem me entrevistou perguntou agora quando é que teríamos os dados disponíveis para saberem se ainda incluem na reportagem.

Queremos já dar acesso a todas as respostas? Ou vamos fazer uma selecção? Queremos fazer a nossa própria análise antes?

FF

Francisco Frutuoso Sun 1 Dec 2019

Fica aqui um link para a lista de todos os resultados.

Aconselho todos a ler. Tem coisas interessantíssimas, e dá para perceber que as motivações individuais nem sempre são fáceis de meter em categorias para analisar em termos estatísticos.

Não querendo estar a fazer análise estatística, houve algumas coisas que consegui perceber:

  • Os resultados estão bastante enviesados por pessoas que estão no estrangeiro. Embora seja uma razão tão válida como as outras, não acredito que seja uma amostra relevante para representar a abstenção como um todo em Portugal.
    Grande parte destas respostas mostram problemas com o voto por correspondência, falta de informação (ou mesmo informação errada) ou grande distância para os consulados o que implica custos de deslocação.
    Acho que podemos ter um trabalho importante em fazer com que estes problemas não aconteçam no futuro (talvez um portal a detalhar prazos e documentação importante?).
    No entanto, não podemos cair no erro que estes casos representam aquilo que a maior parte da população sente quando não vai votar.

  • Mesmo não estando no estrangeiro, algumas pessoas se queixaram de impossibilidades de deslocação à sede de distrito para o voto antecipado. O que se pode fazer neste caso? Será que o nosso projecto deve pressionar para reformar o sistema de voto actual?

  • Algumas pessoas mostraram-se abertas a querer saber mais sobre política, embora não tenham para já votado por não se sentirem informadas. Os vídeos servem muito para este tipo de pessoas, mas não só. Acho que podemos investir muito mais em conteúdo de redes por ser mais imediato e ter menos "custo" de produção.

  • Desconfiança nos políticos. No geral todos conhecemos alguém com esta opinião. Não é uma atitude fácil de resolver mas acho que este argumento, em conjunto com o anterior, são os ponto principais que representam a maioria da abstenção. Enquanto que os dois primeiros pontos são mais "fáceis" de tentar ajudar a encontrar uma solução, a desconfiança em quem nos representa não é um assunto fácil, e que eu próprio não sei como podemos ajudar.
    Acho também que é difícil perceber todos os motivos de quem se abstém como protesto. Temos disponíveis algumas das razões desse protesto, mas não muitas sugestões do que seria preciso para mudar as posições dessas pessoas.

Fiz um resumo de alguns dos temas, mas volto a salientar, vale muito a pena ler as respostas individuais. Se tiverem um tempo, leiam e tirem ideias. Há bastante por onde podemos pegar.

Outra coisa que tenho de admitir, é que as respostas superaram as minhas expectativas. Ainda bem que houve pessoas mais optimistas que eu, e deixo um pequenino pedido de desculpas pelo pessimismo 🙂

NC

Nuno Carneiro Sun 1 Dec 2019

Olá! Fechei agora o questionário a novas respostas.

Total: 527

Não votei: 215

Seria óptimo se então alguém tomasse a liderança deste tópico, vou ficar de lado por agora :)

JF

Joana Flores Sat 30 Nov 2019

Sim gostava ! :) amanhã posso ver os pontos que a Inês mencionou. Só o text mining é que tenho de ver como fazer. Queria também pedir ajuda a categorizar as respostas dos outros em subcategorias: dificuldades relacionadas com o voto no estrangeiro, dificuldade de deslocação, etc se acharem que faz sentido. Está tudo no Excel do questionário.

LS

Luís Silva Sat 30 Nov 2019

Concordo totalmente em fazermos uma análise dos resultados e em fazermos tanto um blog como colocar nas redes socias (2 em 2 dias ou noutro intervalo).

Não sei se teremos dados suficientes para fazer todas as anáilises que a Inês disse, mas para parte diria que sim.

Mediante o que os dados mostrarem e quantidade de respostas podemos tentar ver se vai de encontro ao observado noutros estudos (quais?) ou mesmo fazer um follow-up para alguma entidade que faça sentido (qual?) de forma a trazer esta questão da identificação da razão da abstenção e não apenas "a abstenção preocupa-nos muito, temos de refletir sobre o tema" (frase comum em todas as eleições).

Penso também que no decorrer desta iniciativa se pode ver se apoiamos ou não esta petição (já falamos no passado mas não decidimos nada).

Por fim mostro-me disponível para contribuir na análise dos resultados.

A @Joana Flores já fez muito trabalho nessa vertente. Terias vontade em continuar?

IR

Ines Rosete Fri 29 Nov 2019

Eu faço isso com as minhas coisas e pelo analytics do site e feedback do medium o pessoal vê os dois (mesmo duplicados) ora via site, ora via medium. Parece-me excelente. O meu post de cima era mais numa perspectiva de produção de "tiradas" para as redes. Mas claro que se pode fazer isso a partir de um documento mais completo e bonito.

FF

Francisco Frutuoso Fri 29 Nov 2019

Tinha-se falado em posts no medium, e acho que para isto era ideal fazer um, com uma análise toda xpto.

No entanto, acho que deveria estar duplicado no nosso site. Era interessante ter uma espécie de blog onde se pudesse reunir apenas o nosso conteúdo e ficar para a posterioridade.

IR

Ines Rosete Fri 29 Nov 2019

Podemos produzir uma análise estatística dos resultados e juntamente com a equipa de comunicação ir lançando:

  • os resultados estísticos gerais;

  • resultados via geografia;

  • Via faixa etária;

  • Text mining com as palavras mais usadas na pergunta de resposta aberta;

  • by @Francisco Frutuoso a cada dois dias, com uma razão para não votar, e tentar gerar discussão pública sobre essa razão;

  • Digam mais pontos que se lembrem...

FF

Francisco Frutuoso Thu 28 Nov 2019

O dia 30 está a aproximar-se, gostava de lançar a discussão para saber o que faremos com os resultados.

Acho que faria sentido apresentar algo mais que os resultados em si. Fazer uma análise das respostas mais comuns e tentar lançar um debate para perceber o que se pode fazer para mitigar estes problemas.

Por exemplo: "Estava longe da minha área de voto"

Esta razão tem uma resolução imediata, que é educar as pessoas a participarem no voto antecipado, e fazê-las perceber que não precisam obrigatoriamente de votar onde estão recenseadas.

Acho que faria sentido um texto (do género de FAQs talvez) a analisar cada uma das razões e possíveis soluções. Mesmo que não tenhamos soluções, perguntar ao público o que acham que se pode fazer para mudar.

Ou então, talvez um post nas redes sociais a cada dois dias, com uma razão para não votar, e tentar gerar discussão pública sobre essa razão.

LS

Luís Silva Fri 8 Nov 2019

Parece-me uma boa idea. Vou tentar ver disso no fds

RH

Renata Henriques Fri 8 Nov 2019

@luissilva1 @paulofonseca @catarinarealtome @joanaflores

será que conseguimos atualizar a home page e em vez de dizer "como votar", e o copy "As eleições legislativas de 6 de Outubro de 2019 aproximam-se. Como um grupo de cidadãos independentes, decidimos criar esta página para agregar toda a informação relevante para estas eleições."

atualizar isto, visto que as eleições já foram xD, e com o botão para responderem ao questionário... até 30 de nov. (uma vez que o redirecionamento também está com aquelas limitações do www. e não há nenhum destaque ou botão no site.
Depois essa área também pode ser atualizada para: "descobre os resultados do questionário..." e direcionar para um resumo dos resultados..

o que acham? estão com tempo para isto?

AN

Ana Neves Fri 8 Nov 2019

Também pode influenciar, mas aí seria menos grave. E que tal, se em vez de se dizer que 50% são de Lisboa, se fizessem call outs direcionados. Do género "apenas 2% das respostas são do circulo eleitoral de Bragança. Porque não nos ajudas a ... isso?" (falta-me a palavra agora assim de repente). Acho que, com esta abordagem, não excluímos ninguém mas incluímos pessoas ao direcionar a CTA para elas. Poderia ser do circulo eleitoral, ou da idade, por exemplo. Ou de pessoas que estão fora do país.

RH

Renata Henriques Fri 8 Nov 2019

Obrigada pelo comentário @ananeves temos estado a discutir dentro do “grupo” de media a pertinência e os riscos de partilharmos razões.. a tua questão alinha-se com a nossa ... tens alguma sugestão de outros conteúdos que possam popular as redes para motivar as pessoas a responder?

Achas que eu partilhar informação sobre quem já respondeu, por exemplo, estatísticas do círculo eleitoral, poderia também influenciar?

AN

Ana Neves Fri 8 Nov 2019

Em primeiro lugar, parabéns pelo que já se fez e se conseguiu com esta iniciativa do questionário. Em segundo lugar, uma nota: acho sempre perigoso tentar angariar respostas a questionários partilhando dados extraídos das respostas recebidas até ao momento. Considero que ao fazê-lo podemos estar a condicionar as respostas seguintes porque penso que iremos atrair essencialmente aqueles que têm razões diferentes e que iremos "desmobilizar" aqueles cuja razão coincide com a atual maioria. Ora, isto pode mudar os resultados finais e dar-nos uma perspetiva errada. Um pouco como os resultados das sondagens eleitorais que condicionam o voto das pessoas ;)

CRT

Catarina Real Tomé Fri 8 Nov 2019

Podemos arredondar já para 150, não?

LS

Luís Silva Thu 7 Nov 2019

O redirect também já está www.politicaparatodos.pt/porquenaovotaste.

Uma nota: só funciona com www, não sei porquê. Tenho de investigar.

PF

Paulo Fonseca Thu 7 Nov 2019

tá top! só falta termos o redirect desse URL para bit.ly/porquenaovotaste

E já vai em 140 pessoas...

RH

Renata Henriques Thu 7 Nov 2019

@paulofonseca
Como primeira publicação pensámos destacar que das 344 respostas que já obtivemos, "apenas" 136 são de não votantes.
Pensei em fazer uma imagem que mostrasse isso mas depois achei não fazer sentido destacar isso numa imagem.
então a imagem foca apenas os não votantes e o texto do copy deverá mencionar tudo.

@luissilva1 consegues colocar o redirect no site?

Que vos parece esta imagem e este primeiro post?
Os próximos seriam a focar nas razões, como o Paulo sugeriu.

NC

Nuno Carneiro Sat 2 Nov 2019

Muito fixe! Obrigado pelos analytics Paulo!

PF

Paulo Fonseca Sat 2 Nov 2019

Fica aqui também as métricas dos clicks no link. destes 486 clicks, 21 foram nos primeiros dias quando testámos, ou seja, sobram 465 clicks dos quais 268 pessoas submeteram o form e dessas 102 disseram que não votaram e explicaram as suas razões.

NC

Nuno Carneiro Sat 2 Nov 2019

Óptima ideia! Talvez a @martacosta @joanaflores @joanamonteiro @renatahenriques @miguelspranger queiram ajudar a criar esse conteúdo!

PF

Paulo Fonseca Sat 2 Nov 2019

Acho que podíamos usar estes dados preliminares, para fazer algumas peças de conteúdo para as redes sociais para estimular o pessoal a responder e partilhar o questionário. Acredito que se mostrarmos o que é que o pessoal está a escrever e a partilhar, mais pessoas terão o ímpeto de participar também... do género, umas insta stories com o gráfico acima pode ser conteúdo fish para partilhar.

RH

Renata Henriques Sat 2 Nov 2019

Por outro lado podemos diminuir a qualidade da resposta, uma vez que mais pessoas podem ter tendência a “prefiro não dizer”

PF

Paulo Fonseca Sat 2 Nov 2019

Adicionei uma hipótese de "Prefiro não dizer" na idade e outra de "Não sei / Prefiro não dizer" na pergunta do circulo eleitoral.
Isto porque das 260 respostas até agora, apenas 3 pessoas não responderam à questão da idade e 251 pessoas não responderam à questão do circulo eleitoral. Com estas novas opções, vamos tentar diminuir o numero de pessoas que não respondem a estas 2 perguntas.

PF

Paulo Fonseca Sat 2 Nov 2019

Já agora em termos gerais, as razões pelas quais as pessoas não foram votar e como é que isso as faz sentir, especialmente as que se deram ao trabalho de escrever livremente, são incríveis. Aconselho a todos a ler as respostas. São mesmo muito ricas. Acho mesmo que estas razões não se descobrem de outra maneira que não esta e ainda bem que fizemos este questionário para descobrir isto.

PF

Paulo Fonseca Sat 2 Nov 2019

Fiz um resumo das 99 respostas (o numero de pessoas que disseram que não votaram) que tivemos até agora, com as razões pelas quais as elas disseram que não votaram.

Podem ver a distribuição das opções --> aqui

41% das pessoas resolveu escrever a sua própria razão em vez de seleccionar uma das opções que definimos. 59% das pessoas seleccionou uma das nossas opções.

PF

Paulo Fonseca Sat 2 Nov 2019

Temos 470 clicks no link, dos quais 257 responderam. Desses 257 apenas 99 pessoas responderam à primeira pergunta a dizer que não tinham ido votar.Ou seja, quase metade das pessoas que clicam no link, decidem não responder ao questionário de todo.... portanto, abstêm-se de responder. Estes é que são os verdadeiros abstencionistas que nem um questionário sobre os motivos da sua abstenção respondem... =) E dos que respondem, apenas 39% são o nosso target.

No geral, estamos a atingir apenas 21% do nosso target porque se de 470 clicks apenas 99 são pessoas que não foram votar e que depois nos dão razões pelas quais não foram votar, para termos 1000 abstencionistas a responder, precisamos que 4762 pessoas a clicar no link e para isso acontecer, podemos assumir que cerca de 50000 pessoas (10x mais) têm de ver os nossos posts nas redes sociais. Será que temos um reach de 50000 pessoas? Era fish pedir a meios de comunicação social para partilhar o nosso questionário, tipo o Shifter pelo menos... Isso ajudava bastante! =)

NC

Nuno Carneiro Sat 2 Nov 2019

Olá! Acabei de ver e já tivemos 257 respostas ao questionário :astonished: :clap: Muitos parabéns a todos os envolvidos nesta iniciativa!

Temos ainda um mês para ir partilhando, era bom se partilhassemos todos nas nossas redes para chegar ainda a mais pessoas! Podem encontrar o questionário nos posts das páginas do PPT nas redes sociais ou logo directamente pelo link: http://bit.ly/porquenaovotaste

NC

Nuno Carneiro Tue 29 Oct 2019

Percebemos agora na reunião que o questionário não tinha chegado a ser partilhado por isso mudamos a data limite para 30 de Novembro e actualizamos o texto com os número mais recentes da abstenção.

@joanaflores vai coordenar com a equipa para publicar nos próximos dias nas redes sociais.

Porque não votaste?

A 6 de Outubro, fomos chamados às urnas para eleger a nova Assembleia da República. No entanto, 51,4% dos portugueses preferiram não o fazer. Para perceber porquê, criámos um pequeno questionário que pretende, de forma anónima e ausente de julgamento, identificar os principais motivos que levaram os eleitores portugueses abster-se.

Caso pertenças ao resto da população que se deslocou às urnas no início de Outubro, desafiamos-te a partilhar este questionário pelos teus contactos e assim ajudar-nos a chegar a mais pessoas e obter resultados que melhor representem a realidade nacional.

Em Dezembro partilharemos com todos vocês os resultados e conclusões desta consulta.

Obrigado desde já pela vossa preciosa colaboração.

PF

Paulo Fonseca Wed 23 Oct 2019

@Nuno Carneiro acho só que este texto de partilha não deveria começar com “ABSTENÇÃO” porque esse termo tem uma carga super negativa neste contexto, mas sim com “Porque não votaste?”

PF

Paulo Fonseca Wed 23 Oct 2019

O questionário pode ser editado com a conta Google do política para todos.

MC

Marta Costa Tue 22 Oct 2019

O texto do questionário está desactualizado, avanço mesmo assim? Eu não sei como o editar. 😐

NC

Nuno Carneiro Tue 22 Oct 2019

Obrigado! :)

MC

Marta Costa Tue 22 Oct 2019

Claro! Assim que chegar a casa trato de tudo. ☺️

NC

Nuno Carneiro Tue 22 Oct 2019

Vou chegar-me então eu à frente para esta iniciativa.

@martacosta podes publicar nas nossas redes sociais num dia/hora que aches melhor? Reuni em baixo todo o conteúdo necessário. Alterei um pouco o teu texto para ter o número mais recente sobre abstenção como tu tinhas sugerido.

Link para questionário: http://bit.ly/porquenaovotaste

Imagem: https://loomio-uploads.s3.amazonaws.com/documents/files/000/216/402/original/votar2.jpg

Texto para partilha:
"ABSTENÇÃO

A 6 de Outubro, fomos chamados às urnas para eleger a nova Assembleia da República. No entanto, 51,4% dos portugueses preferiram não o fazer. Para perceber porquê, criámos um pequeno questionário que pretende, de forma anónima e ausente de julgamento, identificar os principais motivos que levaram os eleitores portugueses abster-se.

Caso pertenças ao resto da população que se deslocou às urnas no início de Outubro, desafiamos-te a partilhar este questionário pelos teus contactos e assim ajudar-nos a chegar a mais pessoas e obter resultados que melhor representem a realidade nacional.

Em Novembro partilharemos com todos vocês os resultados e conclusões desta consulta.

Obrigado desde já pela vossa preciosa colaboração."

FF

Francisco Frutuoso Mon 21 Oct 2019

Acho que só falta mesmo publicar...

NC

Nuno Carneiro Sun 20 Oct 2019

Bom dia! Parece-me que este tópico está com um problema de liderança. Ninguém está a fazer o trabalho de juntar as várias peças e andar para a frente com isto. Acho que não tem mal nenhum e é um problema normal em equipas self-organising como a nossa mas é um bom ponto de aprendizagem que tem de haver sempre 1 pessoa a liderar cada Iniciativa.

Eu tenho evitado de propósito liderar nisto porque considero ser bom haver liderança de mais pessoas na nossa equipa.

Por isso neste momento a pergunta é: quem quer "liderar"/ pegar nisto e garantir que a iniciativa do questionário anda para a frente?

PS: Um bom ponto para discutir para o futuro é qual o estilo de liderança que queremos e que são bons guidelines para quem quer avançar com novas ideias. (Pedir consentimento, pedir autorização, pedir consenso, etc.)

NC

Nuno Carneiro Fri 18 Oct 2019

@paulofonseca ?

NC

Nuno Carneiro Thu 17 Oct 2019

Olá outra vez! Já temos então tudo para avançar com a divulgação do questionário ou ainda há decisões pendentes? (não tenho estado a ler todas as mensagens)

CRT

Catarina Real Tomé Tue 15 Oct 2019

@paulofonseca , percebo e concordo contigo quanto a utilizar o "Porque não votaste?" porque permite abranger as razões mais "profundas" e aquelas que se relacionam apenas com o ato em si, o "ir votar"

MC

Marta Costa Tue 15 Oct 2019

Eu acho mais adequada a expressão "Porque não foste votar?".

PF

Paulo Fonseca Tue 15 Oct 2019

Já agora pessoal, só para alinhar o discurso, eu acho que é mais neutro usarmos a expressão “Porque não votaste?” em vez da “Porque não foste votar?” porque quando usamos os verbos “ir votar” parece que o trabalho de votar se prende mais com o facto de levantar o cu do sofá e ir à mesa de voto e meter o papel no sítio do que quando usamos apenas o verbo “votar” em que já não há a percepção de que é uma acção que inclui ir a algum sítio mas sim, reflectir sobre qual o partido que mais se alinha com o que tu achas e decidir que partido queres apoiar. Votar é decidir quem queres apoiar, não é ir à mesa de voto em certo dia e fazer a cruz no papel e meter o papel na urna. Percebem o que eu quero dizer? Estou a explicar-me bem sequer?

PF

Paulo Fonseca Tue 15 Oct 2019

@Ana Neves Obrigado! Já mudei a questão do “independentemente de teres votado ou não”.

Em relação ao outro ponto, não sei se quero influenciar as respostas com isso. Ou seja, o que quero dizer é que se explicarmos que estamos a fazer isto porque queremos dimunuir a abstenção, por um lado isso vai afastar pessoas que acham que a abstenção é boa, que deve ser uma boa percentagem das pessoas que não votaram e portanto o nosso público alvo para este inquérito e portanto esse “what’s in it for me” não é bem para eles. Mas para além disso, e mais importante eu acho, se explicarmos que estamos a fazer isto para reduzir a abstenção o pessoal já vai responder nesse framing o que quer dizer que vai dar razões para não ter votado de ordem que estejam relacionadas com a abstenção o que não é propriamente verdade. Nós devemos capturar estes dados o mais puros possíveis e depois é que temos de ter o trabalho de traduzir os dados que tivemos para: olha, esta razão aqui é uma razão de abstencionista puro, ou está outra razão é uma razão logística e de ineficiência do processo de voto. E são duas coisas muito diferentes e devíamos captar as duas. Por isso não queria estar já a direcionar os users para Pensarem em razões que tenham a ver com abstenção e até queria evitar usar essa palavra de todo, porque tem uma carga muito negativa hoje em dia e especialmente no contexto actual uma semana depois de termos tido as legislativas com a maior abstenção de sempre.

MC

Marta Costa Tue 15 Oct 2019

Entretanto pensei no seguinte texto para acompanhar a imagen nas redes sociais. No fundo não foi mais do que uma tentativa de condensar o texto introdutório do questionário.

"ABSTENÇÃO

A 6 de Outubro, fomos chamados às urnas para eleger a nova Assembleia da República. No entanto, segundo dados provisórios, 45,5% dos portugueses preferiram não o fazer. Para perceber porquê, criámos um pequeno questionário que pretende, de forma anónima e ausente de julgamento, identificar os principais motivos que levaram os eleitores portugueses abster-se.

Caso pertenças aos 54,51% que se deslocaram às urnas no início de Outubro, desafiamos-te a partilhar este questionário pelos teus contactos e assim ajudar-nos a chegar a mais pessoas e obter resultados que melhor representem a realidade nacional.

Em Novembro partilharemos com todos vocês os resultados e conclusões desta consulta.

Obrigado desde já pela vossa preciosa colaboração."

JM

Joana Monteiro Tue 15 Oct 2019

Envio aqui com a frase alterada @paulofonseca O vector foi do freepick e é livre @ffrutuoso

FF

Francisco Frutuoso Tue 15 Oct 2019

É só preciso cuidado com as imagens/ilustrações que se usam, em termos de direitos. Saber se têm licença de uso livre. Se sim, por mim ok.

PF

Paulo Fonseca Tue 15 Oct 2019

@Joana Monteiro acho que ficava melhor, mais consistente, se o texto desta imagem disse-se “Porque não votaste?” como está no título do inquérito.

JM

Joana Monteiro Tue 15 Oct 2019

Apaguei a imagem porque desformatou quando guardei. A letra já está certa @renatahenriques @martacosta
Vejam o que acham @ffrutuoso @nunocarneiro @ananeves @paulofonseca acho que o resto da info deveria estar em copy, não?

RH

Renata Henriques Tue 15 Oct 2019

O tipo de letra é Roboto Mono? Não me recordo daqueles traços no f e no r

MC

Marta Costa Tue 15 Oct 2019

Eu acho que faz sentido. ☺️

RH

Renata Henriques Tue 15 Oct 2019

Aproveito o comentário da Ana para mencionar que até ao momento não aplicamos @ para inclusão de género. Era importante definirmos se queremos ou não usar.

AN

Ana Neves Tue 15 Oct 2019

@paulofonseca desculpa, não sei se isto já terá sido referido, mas o convite para que partilhem o questionário, dever-se-ia aplicar a quem foi votar e a quem não votou também. No texto de intro do questionário, está:
"E se foste um dos 54,5% dos que votaram, por favor partilha este questionário nas tuas redes e envia-o aos teus amigos que sabes que não votaram."
Dá para mudar para, "Independentemente de teres ou não ido votar, por favor partilha..."

Para além disso, acho que falta um "what's in it for me" mais claro.
Talvez se pudesse adaptar a frase, "A equipa do Política para Todos gostava de perceber que razões levaram tantos portugueses a não votar e este questionário é dirigido a essas pessoas."
Para além disso, a frase acima dá a entender que as pessoas não votaram por escolha - pode não ter sido o caso.
Que tal:
"A equipa do Política para Todos gostava de perceber quais as razões pelas quais tant@s portugues@s não votaram. Com esta informação, poderemos pensar, em conjunto, formas efetivas de combater a abstenção. Assim, as X perguntas deste questionário destinam-se a tod@s aquel@s que não foram votar nestas legislativas."

FF

Francisco Frutuoso Tue 15 Oct 2019

É, a @ananeves tem razão.

AN

Ana Neves Tue 15 Oct 2019

A mensagem não deveria também frisar que é anónimo? E, assim sendo, será necessária a questão do "sem julgamento?" (O que interessa julgar uma pessoa anónima, que não sabemos quem é?) "Não foste votar? Diz-nos porquê. É anónimo. Demora menos de 1 minuto."

FF

Francisco Frutuoso Tue 15 Oct 2019

Se não conseguires avisa, que eu posso tratar.

FF

Francisco Frutuoso Tue 15 Oct 2019

@joanamonteiro diria que a imagem para as redes continha só uma frase do género.
"Não foste votar? Queremos saber porquê, sem julgamentos. Responde ao nosso questionário em http://bit.ly/porquenaovotaste"

MC

Marta Costa Thu 17 Oct 2019

Não consegui grandes sugestões. As opções cobriram os motivos das pessoas com quem falei, no entanto houve uma pessoa que tinha mais de um motivo e sugeriu que a resposta fosse de escolha múltipla.

Entretanto com todos os votos contados, já temos os valores finais da abstenção (51,43%). É preciso corrigir isso no nosso texto introdutório.

JF

Joana Flores Tue 15 Oct 2019

Acho que a @martacosta, a @renatahenriques e a @catarinarealtome têm muito mais conhecimento que eu na comunicação nas redes sociais para deixarem isto 5 estrelas. De qualquer forma, concordo com a catarina na simplificação do texto e com as opções referentes aos problemas de votar no estrangeiro.
Acho que devíamos ter uma opção sobre o desconhecimento do voto antecipado. Por exemplo, na opção estava a trabalhar nesse dia, alterar para duas opções - A) não estava disponível para votar nas eleições nem no dia do voto antecipado B ) não estava disponível para votar nas eleições e desconhecia o voto antecipado. Ou em alternativa no esqueci-me de pedir o voto, alterar para esqueci-me/desconhecia o voto antecipado.

CRT

Catarina Real Tomé Tue 15 Oct 2019

Acrescento, na página 1:
a) "Votaste nas eleições legislativas do passado dia 6 de Outubro?" sugiro "Votaste nas Eleições Legislativas de 2019?". É um detalhe, mas a outra pode levar as pessoas a pensar se estamos a perguntar se votaram meeeeesmo no dia 6/10.
b) "As eleições legislativas já passaram e foi eleita a nova assembleia.
No entanto, segundo os dados provisórios, 45,5% dos eleitores não colocaram o seu papel nas urnas."


Acho que podemos ir diretos ao assunto: "Segundo os dados provisórios (15/10), 45,5% dos eleitores não votaram nas últimas Eleições Legislativas."
c) "A equipa do Política para Todos gostava de perceber que razões levaram tantos eleitores a não votar e este questionário é dirigido a essas pessoas.
Por isso queremos, sem qualquer tipo de julgamentos ou preconceitos, perceber as razões pelas quais não foste votar.
Gostávamos mesmo que preenchesses este inquérito."

Again, simplificar: "A equipa do Política para Todos quer perceber, sem qualquer tipo de julgamentos ou preconceitos, as razões que estão por trás da abstenção.
Por isso, gostávamos mesmo que preenchesses este inquérito"
d) *"Este questionário irá estar disponível durante apenas um mês, até dia 15 de Novembro, às 23:59 (GMT+1) e depois disso, iremos partilhar todos os resultados que obtivemos publicamente. Por isso, não escrevas nada que te identifique.
Independentemente se votaste ou não, por favor partilha este questionário nas tuas redes e envia-o para quem saibas que não votou." *

Sugiro: "Este questionário estará disponível até dia 15 de Novembro, às 23:59 (GMT+1). Após o término do período de respostas, vamos partilhar os resultados que obtivemos publicamente, pelo que não deves escrever nada que te identifique.
Por favor, partilha este questionário nas tuas redes e envia-o para quem saibas que não votou. Ajuda-nos a desmistificar a abstenção."

CRT

Catarina Real Tomé Tue 15 Oct 2019

Quanto às opções:
1. falta uma opção que albergue os dramas do voto por via postal (ex: envelope não chegou, questão do CC, etc.). Sugiro "Tive problemas com o voto por correspondência"
2. uma opção "Tive problemas com o voto presencial no posto consular onde estou recenseado"
3. alterar "Não percebo nada de política" por "Não me interesso por política/ não me informei"
4. "Achei que o esforço de ir às urnas não valia a pena" isto parece-me semelhante à opção imediatamente acima: "Não me apeteceu ir votar ou tinha coisas mais importantes para fazer". Sugiro que seja "Considero que o meu voto não faz diferença"
5. Suponho que a "Não posso votar em Portugal" seja para aqueles casos em que, p.e., uma pessoa já regressou do estrangeiro mas ainda não regularizou a morada. É isso?

PF

Paulo Fonseca Tue 15 Oct 2019

É isso mesmo @Marta Costa o link é fácil: http://bit.ly/porquenaovotaste

MC

Marta Costa Tue 15 Oct 2019

Eu tenho dois colegas de trabalho que não votaram, posso falar com eles. @paulofonseca, consegues enviar-me o link?

JM

Joana Monteiro Tue 15 Oct 2019

Eu posso fazer a imagem @nunocarneiro @paulofonseca @renatahenriques
O que tem mesmo de constar na imagem? Desculpem mas não tenho conseguido acompanhar a ideia muito atentamente.

PF

Paulo Fonseca Tue 15 Oct 2019

na boa @Renata Henriques ! Obrigado e curte essas férias! =)

RH

Renata Henriques Tue 15 Oct 2019

@nunocarneiro @paulofonseca Uppps, tou com o dia mesmo cheio, acabaram de entrar mais responsabilidades.
Mas a @joanamonteiro e o @ffrutuoso talvez consigam :)

pessoal da comunicação, conseguem dar suporte aqui?
@catarinarealtome @joanaflores @martacosta

NC

Nuno Carneiro Tue 15 Oct 2019

Se calhar preparar uma imagem para partilhar depois o questionário nas redes sociais :P mas só se tiveres tempo ainda hoje!

PF

Paulo Fonseca Tue 15 Oct 2019

temos só de perceber se a selecção de hipóteses que temos está "sound". Não sei bem como o fazer, sem ser a testar e a mostrar isto a mais gente que não votou e a perguntar se há alguma razão popular pela qual o pessoal não tenha ido votar. Por isso diria que o que podemos fazer agora é partilhar este link entre pessoal nosso amigo, de maneira não pública, ou seja, só por mensagem para pessoas individuais e específicas que saibamos que não tenham votado, de modo a que possamos ter prai umas 30 respostas e ter feedback qualitativo sobre o que acharam do inquérito.

RH

Renata Henriques Tue 15 Oct 2019

@paulofonseca vou de férias hoje e vou ficar menos disponível, algo mais em que possa ajudar?

PF

Paulo Fonseca Tue 15 Oct 2019

já está grande. e dá para bué caracteres, mas os forms da google mostram sempre como se fosse uma só linha... =/ mas se o user escrever mais a caixa expande e dá para milhares de caracteres mesmo...

NC

Nuno Carneiro Tue 15 Oct 2019

Bom ver este excelente trabalho de equipa :)

Uma sugestão: na pergunta "como te sentes", acho que faria sentido a caixa de texto de resposta ser grande para multi-line.

PF

Paulo Fonseca Tue 15 Oct 2019

Muito obrigado pelo feedback @Renata Henriques !

Incorporei os pontos a), b) 2), c), d), e e).

Em relação ao f), alterei o texto como disseste e adicionei a opção das razões laborais mas coloquei como "Estive a trabalhar nesse dia" para estar no mesmo tom que as outras hipóteses. A opção de Não posso votar é para pessoal que tem menos de 18 anos mas principalmente para conseguirmos ter uma hipótese que inclua toda a gente que não pode votar em Portugal, porque é estrangeiro ou por qualquer outra razão. Mudei o texto para "Não posso votar em Portugal" para dar a entender um pouco mais isso.
Já agora, a ordem das opções nesta pergunta está aleatória, ou seja, cada pessoa que abrir o questionário irá ver uma ordem diferente.
Não mudei para escolha múltipla porque depois isso irá complicar um pouco o nosso tratamento dos dados e queria que cada pessoa se esforçasse para escolher A principal razão para não ter ido votar, em vez de clicar em todas as disponíveis que oferecemos porque concorda minimamente com elas. Achei então que devíamos alterar o texto para transparecer isso, de que o utilizador deverá escolher a razão principal. Alterei para "Escolhe entre as opções abaixo aquela que melhor descreve a tua razão ou situação."

Em relação ao g) tens toda a razão. A ideia era tentar capturar a parte emocional. Mudei o "Mas porque?" para "Como te sentes em relação a isso?" e o título da pergunta para "Como te sentes em relação a não teres ido votar nas eleições legislativas de 6 de Outubro?" fica mais comprido mas fica mais coerente com a pergunta anterior também.


Em relação ao h) mudei para o que sugeriste

Em relação ao i) acrescentei um link, que vou criei no bit.ly com uma conta do Política Para Todos (login com a Google Account), e este deverá ser o link que devemos partilhar e distribuir em todo o lado. Desta maneira, iremos conseguir ver quantas pessoas clicam no link e depois quantas realmente submetem o form.

O link é http://bit.ly/porquenaovotaste

RH

Renata Henriques Mon 14 Oct 2019

Sim, acho que faixa etária e circulo são informações essenciais, caso contrário não terás balizas para análise.

considerações sobre o questionário:
a) "A equipa do Política para Todos gostava de perceber as razões que levaram tantos portugueses a não votar e este questionário é dirigido a essas pessoas." - parece-me que vamos deduzir de um questionário de 200 respostas as motivações de milhares de portugueses. talvez: "A equipa do Política para Todos gostava de perceber que razões levaram tantos portugueses a não votar e este questionário é dirigido a essas pessoas."

b) Por isso, queremos, sem qualquer tipo de julgamentos ou preconceitos, tentar genuinamente perceber as razões
pelas quais não foste votar. - tem um enter / parágrafo a mais. - acho que tentamos demasiado dar a ideia que a "escuta" é não enviesada.
1) "Por isso queremos, honestamente/Genuinamente (o que preferirem), conhecer as razões pelas quais não foste votar.
2) "Por isso queremos, sem qualquer tipo de julgamentos ou preconceitos, perceber as razões pelas quais não foste votar.

c) colocava este texto no final, em vez de no meio do texto: "Se foste um dos 54,5% dos que votaram, por favor partilha este questionário nas tuas redes e envia-o aos teus amigos que sabes que não votaram. "

d) Sugestão de edição " Este questionário irá estar disponível durante apenas um mês, até dia 15 de Novembro, às 23:59 (GMT+1) e depois disso, iremos partilhar todos os resultados que obtivemos publicamente. Por isso, não escrevas nada que te identifique.

e) Votaste nas eleições legislativas do passado dia 6 de Outubro?
opções:
Sim
Não

f) Porque não votaste nas eleições legislativas de 6 de Outubro?
Coloco à consideração se deve ser uma múltipla escolha. por exemplo: Eu quis ficar em casa, mas também é um protesto.
"Não posso votar" - esta opção é para incluir que cenários? se for menores de 18 anos, eu colocava isso explícito.
outra opção: "Por razões laborais"

sugestão para texto de apoio a esta pergunta:
Escolhe da(s) opções abaixo a(s) que melhor descreve(m) a tua situação. Caso não te identifiques com nenhuma delas escolhe a opção "Outro" e faz um breve resumo do teu caso. Por favor, não partilhes informação que te possa identificar. O teu contributo deve manter-se anónimo.

ou ""Por favor, não partilhes informação que te possa identificar. O teu contributo deve manter-se anónimo para que possamos tornar públicas todas as respostas."

g)
Mas porquê?
Como te sentes em relação a isso? *

O título da pergunta e o sub-título solicitam coisas diferentes. "Mas porquê" é uma pergunta que apela à razão. "Como te sentes...." é uma pergunta emocional.
ou queremos os dois tipos: razão/emoção e separamo-los. mas assim sinto a questão um bocado esquizofrénica ^

alterava depois o texto de apoio à pergunta em função do tipo de apelo como mencionei: mais racional, mais emocional...Assim é pouco concreto.
"Tenta explicar como isso te faz sentir e qual a tua opinião em relação a tudo isto. Se quiseres partilhar alguma outra razão ou explicar melhor o porquê de não teres ido votar nestas últimas eleições, escreve aqui. Por favor, não partilhes nada que te identifique pessoalmente porque estes dados irão ser públicos e devem manter-se anónimos."

e sugiro novamente algo mais curto como referência ao anonimato :
"Por favor, não partilhes informação que te possa identificar. O teu contributo deve manter-se anónimo para que possamos tornar públicas todas as respostas. "

h)Queremos perceber a Idade e o Círculo Eleitoral de quem está a responder a este questionário para tentarmos ter uma representação proporcional da população portuguesa a responder a este questionário. Estas perguntas não são obrigatórias mas gostávamos que as respondesses.

outra possível sugestão:
As perguntas que se seguem não são obrigatórias. A informação relativa à Idade e Círculo Eleitoral será muito útil para a representatividade dos dados e para melhorar também a análise da informação que partilharem connosco.

i) no texto de final do questionário colocava mesmo o link que as pessoas podem usar para partilhar o questionário.

PF

Paulo Fonseca Mon 14 Oct 2019

Para além destas perguntas, podemos também perguntar a idade, como o @Francisco Frutuoso sugeriu acima e diria que também podíamos perguntar o círculo eleitoral a que pertencem... Isto apenas para podermos dizer que, das 1000 pessoas que responderem a isto, conseguimos, ou não, receber respostas de pessoal de todas as idades e de pessoal de todos os círculos. E se esse números forem de acordo com a distribuição populacional, ainda melhor.

PF

Paulo Fonseca Mon 14 Oct 2019

Por favor, vejam o questionário aqui: https://forms.gle/D528JUuXwGJLyJnW7 mas não partilhem este link ainda. Isto ainda tem de ser testado antes de partilharmos nas redes. Revejam o que está aqui escrito, se tem erros, se faz sentido e se faltam hipóteses ou não. Obrigado!

PF

Paulo Fonseca Mon 14 Oct 2019

Quero dizer, com partilhar os resultados, fazermos um report no final, passado um mês, com os resultados. Não é ter os resultados sempre acessíveis. Acrescentei a idade e o circulo eleitoral @Renata Henriques
@Francisco Frutuoso este questionário está curto e rápido e a ideia era termos centenas des respostas... isso é que era fish. Se os media ajudarem a partilhar o form, e se escrevermos uma história bem escrita acho que podemos ter muitas respostas mesmo. Temos é de ter boas hipóteses, para razão para não ter ido votar, logo à cabeça porque depois de lançar o questionário não as podemos mudar.

FF

Francisco Frutuoso Mon 14 Oct 2019

Ok, talvez esteja a ser demasiado duro. Vamos ver, o importante é por isto cá fora então 🙂

RH

Renata Henriques Mon 14 Oct 2019

Não concordo assim tanto Francisco :). percebo que o timing já não é tão bom, mas por outro lado também havia muita "agitação". Quem não vota, à excepção da malta que acha que há algo mais importante para fazer, tipo ficar em casa ou ir passear, tem as suas razões bem vincadas e não é algo que se esquece em semanas. Possivelmente estarão prontos para enunciar e argumentar as suas razões.

FF

Francisco Frutuoso Mon 14 Oct 2019

Não querendo parecer pessimista, mas não acredito que vamos ter assim tantas respostas para ter assim tanto conteúdo. E dizeres que vais partilhar publicamente pode até funcionar ao contrário e fazer as pessoas não responderem.
Se tivermos umas 15-20 respostas que sejam verdadeiras já podemos ter uma ideia de que projectos podemos pensar, mas estatisticamente é um número um bocado irrelevante.
As eleições já foram há mais de uma semana, a maior parte das pessoas já esqueceu o assunto, principalmente quem não votou.

RH

Renata Henriques Mon 14 Oct 2019

Acho que para além da faixa etária e do círculo eleitoral não vejo que outros dados pessoais necessitaremos :).

Eu acho que a ideia sempre foi partilhar a informação que recebemos . A diferencia que estás a sugerir é deixar a folha de respostas de cada pessoa disponível para consulta ou uma síntese/relatório final das repostas, por pergunta?

PF

Paulo Fonseca Mon 14 Oct 2019

Estou a fazer o questionário agora. E gostava de propor uma coisa:

Partilharmos os resultados do questionário com toda a gente, publicamente nas nossas redes.

Assim, não poderíamos recolher dados pessoais no questionário e teríamos de pedir para o pessoal não responder com dados pessoalmente identificáveis.

Mas acho que também é bom incentivo para responder ao formulário. Se vou poder saber os resultados finais depois, então, vou responder e partilhar e enviar o formulário para quem eu sei que não votou, de modo a que as suas respostas sejam incluídas.

Outra coisa é que deveríamos anunciar a data de início e data de fim de recolha de respostas e fazer um esforço de PR para divulgar o link do form pelos media para termos mais respostas.

O que acham?

MC

Marta Costa Sun 13 Oct 2019

Eu confesso que acho um pouquinho longo. Eu omitia a parte em que enumeras as possíveis razões para não se votar. No entanto, acho que são boas opções de resposta para utilizar no questionário.

Além disso, dado que ainda falta apurar os votos de dois círculos, onde dizes:

"No entanto, segundo os dados, 45.5 % dos eleitores não colocaram o seu papel nas urnas."

Substitui-a por:
No entanto, segundo dados provisórios, 45.5 % dos eleitores não colocaram o seu papel nas urnas.

M

MariaJoaoCoelho Sun 13 Oct 2019

Olá!

Fiz um texto curto (para ser mais fácil de chamar a atenção) e tentei que fosse o mais neutro possível (ou seja, sem trocadilhos ou apelos sentidos).

Se quiserem fazer/que eu faça alterações digam! Seja para adicionar ou remover.

"

Abstenção

As eleições já passaram e foi eleita a nova assembleia.

No entanto, segundo os dados, 45.5 % dos eleitores não colocaram
o seu papel nas urnas.

A equipa do Política para Todos gostava de perceber as razões que levaram
tantos portugueses a não votar.

Este questionário é dirigido a essas pessoas.

Queremos, sem qualquer tipo de julgamentos e preconceitos, saber as razões
pelas quais não foram votar.

Viste na abstenção um protesto? Achaste que o esforço de ir às urnas não valia
a pena? Esqueceste-te de pedir voto antecipado? Estavas longe do sítio onde
estavas registado/a? Não te apeteceu ir votar ou tinhas coisas mais importantes
para fazer? Não percebes nada de política?

Gostávamos que preenchessem este inquérito.

Ajudar-nos-ia a perceber o que levou tantas pessoas a fazer
esta escolha.

A equipa do Política para Todos.

"

Maria João Coelho

Maria João Coelho mjsicoelho@gmail.com escreveu no dia domingo, 13/10/2019 à(s) 15:57:

não sei, mas podemos!

Se quiserem, dêem-me até as 19h da tarde e posso fazer um texto introdutório?

Mais que isso não sei fazer, tenho 0 noções de programação e informáticas sem ser office e spss.

Maria João

NC

Nuno Carneiro Sun 13 Oct 2019

Obrigado Maria João! Acho que esse texto ia ajudar a andar com isto para a frente!

M

MariaJoaoCoelho Sun 13 Oct 2019

não sei, mas podemos!

Se quiserem, dêem-me até as 19h da tarde e posso fazer um texto introdutório?

Mais que isso não sei fazer, tenho 0 noções de programação e informáticas sem ser office e spss.

Maria João

NC

Nuno Carneiro Sun 13 Oct 2019

Olá! Chegaram a avançar com esta iniciativa?

FF

Francisco Frutuoso Fri 11 Oct 2019

Eu não iria conseguir reunir. De qualquer forma, se precisarem de reunir amanhã, podemos combinar. De qualquer forma, há alguma coisa que esteja a faltar que eu possa contribuir?

RH

Renata Henriques Fri 11 Oct 2019

@paulofonseca Só para confirmar se há ou não reunião, ou trabalhamos "individualmente" segundo sugestão do @ffrutuoso