Loomio
Mon 8 Jun 2015

PIRATAS NÃO SÓ COMO PARTIDO, MAS COMO PRINCÍPIO DE COMPORTAMENTO NOS PENSAMENTOS E NAS AÇÕES.

CP
Chico Pirata Public Seen by 238

Temos que dar continuidade ao processo de fortalecimento dos princípios piratas…cada um de nós pode contribuir com idéias, comportamentos e ações construtivas. Talvez possamos aproveitar essa iniciativa para iniciarmos grupos mais coesos em seus municípios (com reuniões mensais e rituais físicos para fixar melhor os princípios) Poderíamos, melhorar as identificações dos membros criando sutis comportamentos, em nossas comunicações virtuais, presenciais, editoriais, etc, para que um membro conheça seu interlocutor e assim facilitar e agilizar a convergência de realizações nos diferentes municípios, estados e países por onde estivermos. Poderíamos piratear, por exemplo, alguns códigos do aperto de mão da maçonaria, usando a ideia mas mudando a execução. Não podemos apresentar nossas ideias de forma ingênua e cair nas garras do sistema...(por que não uma sociedade quase secreta) Temos que agir como piratas mesmo, mas com os princípios do bem comum aqui já explícitos.

RF

Ricardo Fukui Mon 8 Jun 2015

desculpa Chico, eu só consegui lembrar disso

https://www.youtube.com/watch?v=TNqzHRd8nNM

IG

Iuri Guilherme Tue 9 Jun 2015

Sugiro estudar e fomentar o estudo de todo mundo sobre GPG e criptografia.

Isto em si é uma revolução pirata auto contida.

RP

Rodrigo Pereira Sat 8 Aug 2015

As idéias que o Partido Pirata vai defender depende do objetivo ao qual se funda um Partido Pirata. O Parido Pirata serve para que exatamente? Tendo isso em mente se sabe o que ele vai defender para alcançar esse objetivo. Mas pode ser que o objetivo nem seja muito claro, então vai ter como resultado disso todo o tipo de idéias visando vários objetivos diversos. Então cada um vai para um lado e não se avança em nada.

DK

Danilo Kobold Sat 8 Aug 2015

Cada um defender uma pauta não é problema. Desde que de fato as pessoas estejam comprometido com as bandeiras maiores.
Dentro de um ambiente de consenso é extremamente importante que todas as pessoas saibam o que está acontecendo para que possam fazer propostas relevantes.
Na busca de um consenso as propostas são definidas e transformadas em encaminhamentos que são executados.

A realidade é que isso é um sistema contra intuitivo para maioria das pessoas já que nossa cultura não prega isso e na verdade desconstrói essa ideia. Na nossa cultura o ego é muitas vezes maior do que a "melhor proposta".

Isso pode ser resolvido com reuniões frequentes e descontraídas (seja online ou presencial). Manutenção de uma pauta clara e abertura para dialogo sem imposições (seja de cima pra baixo ou vice versa).

Quando as ideias ganham do ego, o trabalho avança e cada um faz seu papel.

RP

Rodrigo Pereira Sat 8 Aug 2015

Os últimos acontecimentos com um monte de gente desistindo e as brigas constantes e pouco avanço e intriga para todo o lado demonstra que é problema sim. Para participar de eleições não é necessário fundar um novo partido, basta se juntar a um existente e tem partido para todos o gostos. Para fundar um partido, que não é nada fácil no brasil, precisa ter um acordo sobre o objetivo de se fundar esse partido, o que se pretende alcançar e qual a estratégia. Sei que o nome é bacana, o simbolo é legal, nunca se disse que o partido tem que ser de esquerda ou direita, mas só isso não basta. O que está acontecendo e vai continuar acontecendo caso não mudem nada demonstra que algo está muito errado.

CP

Chico Pirata Wed 12 Aug 2015

Danilo e Rodrigo, muito bem apontado !!!

O ego, aaaaa, esse cara vaidoso e narciso...tem acabado com muitas boas ideias.
A forma com que o pessoal tem tratado as iniciativas dos outros membros tem promovido uma debandada geral do pessoal interessado. É uma pena que os organizadores ainda não perceberam isso. Fiz algumas colocações e as respostas foram bem infantis, dos próprios coordenadores, com suas perspectivas egocêntricas exacerbadas, é uma pena...Espero que isto sirva para que possamos endireitar os rumos dessa excelente proposta de pensamento.

Percebi que existem integrantes que são muito bons em alguns quesitos técnicos, especialmente em informática, mas em outros são umas criancinhas engatinhando, especialmente na questão de socialização, entendo que essa falta de postura madura nas relações sociais é a principal doença que está enfraquecendo o movimento. Minha proposição foi uma sugestão simples, embasada na história da humanidade, em especial nos estudos ligados ao comportamento. Apesar desse momento difícil, ainda tenho esperanças que a rapaziada tenha um momento de reflexão para reverter esse cenário.

Saudações piratas

SW

Silva Wagner Wed 12 Aug 2015

Me lembrei de piratas que fazem tudo isso..mas são libertarios e nao se associam ao partido.

RP

Rodrigo Pereira Wed 12 Aug 2015

Acho que é bom já ir pensando nesse problema para a próxima assembleia pirata geral: fazer eleiçao por chapas ou reduzir os mandatos para 1 ano em vez de 2 anos. Mesmo que não dê certo, vai ser só por um ano. As duas propostas podem ser discutidas para alterar o estatuto. Mas eu espero que modifiquem o principal que é facilitar a participação das pessoas. Na ultima reunião que eu participei no mumble disseram que demorava 1 ano em média para que alguém possa se filiar ao partido. Isso pode ser melhorado com certeza. Se o partido tem um programa claro e um estatuto claro, não é aceitável que haja tanta burocracia para alguém que está disposto a defender o programa e seguir as regras do estatuto se filiar. As vezes é necessário que haja pessoas no partido que não seguem exatamente o "perfil ideal" para que também haja a contestação e o debate que faz parte de um ambiente onde há pluralidade de idéias. o que é muito saudável para qualquer partido democrático. Pegou o que eu disse?

DK

Danilo Kobold Wed 12 Aug 2015

@py A realidade é que eu por exemplo sou libertário. Anarco Sindicalista.

Apesar de um partido parecer inicialmente antagônico a Anarquia como um todo, a convenção Pirata suporta o pensamento libertário. E mais que isso, o pensamento libertário pode sim suportar a ideia de um partido como ferramenta de libertação, ação direta e resistência a opressão.

No entanto, a convenção fica em segundo plano em vários itens mantendo (aos meu olhos) o foco nos aspectos digitais e copyright.

É necessários que todas bandeiras sejam levantadas ou honestamente abandonadas. No meu caso a pauta de copyright é pouco relevante. Não pq ela não seja maravilhosa. Mas pq na prática nunca me importei ou reconheci tal coisa. Tenho uma editora.. e tudo sai em cc. Sempre que preciso de algo arrumo pelos mesmos canais de Warez a quase 20 anos.

Parece existir um confusão entre a seriedade da politica e a diversão da trollagem. Ambos podem interagir, ambos podem funcionar em conjunto e se suportar. Mas pra isso funcionar, é necessário algum embasamento politico e ideológico. Muitas vezes parece que o foco está em popularidade.

Mas eu sou bem novo por aqui. E é muito provável que isso seja apenas uma primeira impressão.

SW

Silva Wagner Wed 12 Aug 2015

Vc ja leu sobre swarm e enxames?